Estamparia digital: uma alternativa mais sustentável e econômica6 min read

A era atual vem sendo marcada por diversas mudanças, principalmente em decorrência do aprimoramento do uso da tecnologia. Isso vem causando efeitos em praticamente todos os setores, especialmente o têxtil. Um exemplo disso é a aplicação da estamparia digital como uma alternativa mais sustentável e econômica.

As técnicas de confecção de artigos de moda sempre evoluem com o passar do tempo. No caso das estampas, o processo manual foi substituído por um modelo mais prático, conhecido como silk-screen, que, por sua vez, deu lugar à estamparia rotativa.

No momento, os meios digitais sendo usados para estampar itens vêm ganhando mais atenção devido ao fato de serem mais ecologicamente viáveis, rápidos e aumentam a produtividade. Por isso, montamos este artigo para falar mais sobre esse assunto. Confira!

Bases da estamparia digital

O processo de estampagem convencional utiliza de telas ou cilindros para reproduzir uma imagem no tecido. Esses métodos contam com o uso de diversos itens que são descartáveis, além da química nas tintas, que contaminam o ambiente.

Sendo assim, além de demandar muitos litros de água e de energia para a produção, a técnica tradicional ainda gera um enorme número de resíduos e muitos deles são efetivamente poluentes, mostrando-se como uma alternativa pouco sustentável.

Em contrapartida, surge a estamparia digital, que consegue solucionar muitos desses principais problemas apenas com o uso da tecnologia. O material usado na coloração gera menos resíduos e o procedimento é muito mais rápido, beneficiando a agilidade e produtividade da indústria têxtil.

Na décima sexta edição da Febratex (Feira Brasileira para a Indústria Têxtil), em 2018, essa tendência foi fortemente notável. Diversos equipamentos e softwares receberam destaque no evento, tanto para a impressão digital quanto para a criação, acabamento, design, entre outras etapas.

Inovações no mercado

A inovação faz parte da evolução da indústria têxtil. Desde a Revolução Industrial, é possível perceber como os avanços tecnológicos tiveram participação especial no desenvolvimento desse setor, e o contexto não é diferente atualmente.

O segmento da moda sempre está atento às novidades digitais, seja por meio de máquinas ou por sistemas que facilitem o trabalho e tragam inovação às obras. As impressões a jato são um ótimo exemplo disso.

A estamparia digital usa essa ferramenta para reproduzir as imagens. Isso faz com que a velocidade seja várias vezes maior. Esse método foi aprimorado ao longo do tempo e, hoje em dia, produz apenas resíduos relativos à limpeza das cabeças de impressão.

Sendo assim, existe uma economia e sustentabilidade que são benéficas para quaisquer empresas. Água, energia e despesas com descartes de lixo não se fazem mais necessários no mesmo nível que na estamparia tradicional, podendo aumentar a lucratividade do negócio e, até mesmo, reduzir o preço de comercialização, o que atrai novos clientes.

Além do mais, essa redução de gastos também favorece o meio ambiente. Como o planeta se encontra em um alto estado de degradação, primordialmente por ação antrópica, é importante que as empresas demonstrem responsabilidade socioambiental. O uso de inovações para diminuir os impactos na natureza é muito bem-visto.

Tecnologias envolvidas

Desde 2015, estão sendo desenvolvidas tecnologias capazes de utilizar jatos de tinta em alta velocidade. Essa ferramenta viria a promover uma nova era na indústria têxtil, mostrando como é possível evoluir e trabalhar assertivamente com os meios digitais.

Com a praticidade comercial, técnica, ambiental e econômica, essas impressoras foram cada vez mais requisitadas por todo o mundo, sendo produzidas na região europeia. Elas são capazes de estampar, aproximadamente, 30 metros de tecido a cada minuto, ganhando tempo para realizar um acabamento mais detalhado.

Além do mais, a nanotecnologia também está sendo inserida nesse contexto, potencializando a qualidade dos produtos. Como resultado, tem-se itens como revestimentos com filtro solar e de raios UV, tecidos inteligentes, antimosquitos, antiodor, antibactericida, entre vários outros.

Perspectivas para o futuro

Com os diversos benefícios que o uso de impressoras digitais para a estampagem de tecidos apresenta, estima-se que, em breve, grande parte das indústrias passarão a optar por esse meio de produção, substituindo os convencionais.

Como visto, são diversas as vantagens adquiridas ao optar pela inclusão da tecnologia nas estamparias, o que torna evidente a sua necessidade de implementação em um negócio de sucesso, visto que logo as técnicas conhecidas se tornarão obsoletas.

Sendo assim, aproveitando que o cenário é otimista para o setor têxtil em 2019, o momento é propício para avaliar as condições e possibilidades de investimento em novas ferramentas tecnológicas, que permitem uma maior agilidade, praticidade, rentabilidade e, inclusive, sustentabilidade.

Benefícios para indústria têxtil

Como você viu, a indústria têxtil está adentrando em um cenário otimista frente às inovações. De fato, o investimento na digitalização ou automação dos processos pode ser alto, na maioria dos casos. No entanto, geralmente, o índice de retorno ultrapassa a taxa de custo, apontando um ótimo motivo para passar a investir nessas ferramentas.

Ainda que tudo isso não proporcione a diminuição definitiva de danos, aceitar essa evolução traz inúmeros benefícios para a empresa do setor. Dentre eles, pode-se citar:

  • maior velocidade na produção, logo, o aumento da produtividade;
  • contribuição para uma moda mais sustentável e com considerável redução no impacto ao meio ambiente;
  • aumento da lucratividade dos produtos, devido às inovações usadas e à praticidade de produção;
  • redução de custos com água, energia, lixo, material, entre outros.

Além disso, é importante considerar que todas essas técnicas estão em constante desenvolvimento. Dessa maneira, os problemas que ainda apresentam podem ser rapidamente resolvidos, em bem pouco tempo. Ou seja, ainda que causem impacto moderado e não sejam totalmente eco-friendly, o método se prova mais conveniente que a estamparia tradicional.

Sendo assim, apostar em uma estamparia digital em sua indústria têxtil é fazer da tecnologia a sua maior aliada e, dessa forma, conseguir se destacar no mercado, tanto pelo comprometimento com o meio ambiente quanto com o aumento da qualidade do seu produto. Desse modo, vale a pena combinar economia com a sustentabilidade, não é mesmo?

Gostou de conhecer mais sobre esse assunto? Então o que acha de deixar a sua opinião nos comentários abaixo? Saber o que você pensa é muito importante para que consigamos atender todas as suas necessidades e expectativas!