Resíduo têxtil: como combater ou reduzir essa produção na indústria6 min read

A eliminação correta de resíduo têxtil — além de uma maneira de ajudar com a preservação da natureza — é lei que, se não realizada, pode ser passiva de atitudes penais. Por negligência ou por falta de conhecimento, ainda há organizações que eliminam esses resíduos sem o tratamento ideal ou não procuram opções sustentáveis para descartá-los.

Nesse contexto, é necessário destacar que os resíduos têxteis consistem em todo material que sobra da produção de tecidos, que não apresentam mais utilidade após determinado processo. Normalmente são eliminados e tratados como lixo comum e os prejuízos ambientais acabam sendo inevitáveis.

Continue a leitura e saiba como combater ou reduzir a produção de resíduo têxtil na indústria!

Reutilize o resíduo têxtil

O mais indicado é tentar diminuir ao máximo a quantidade de resíduo têxtil. Contudo, sabemos que sua produção é quase que impossível, pois sempre existirão restos de produção. O que é essencial para as indústrias de tecido é destinar o material gerado na produção de maneira ambientalmente correta.

Conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 1º 12.305/2010) do Ministério do Meio Ambiente, a reutilização consiste na terceira prioridade na administração de resíduos. Nesse sentido, a empresa pode reutilizar o retalho dentro do próprio processo de produção. Assim, a organização minimizará os gastos por meio da reutilização e a quantidade dos resíduos em aterro sanitário. Além do mais, a empresa será capaz de elaborar uma linha de produtos alternativos para que possam ser colocadas as sobras dos tecidos.

Diversas organizações que aplicam e reutilização dos resíduos têxteis em sua produção conseguem a mesma rentabilidade, ou até mais, com um item feito a partir de sobras.

Faça doações para ONGs

Uma possibilidade de realizar a eliminação dos resíduos têxteis sem ocasionar problemas para a natureza e para o caixa da organização são as doações para ONGs.

Essas ONGs usam as doações para elaborar artesanatos e vendê-los para obter renda extra. Várias organizações se responsabilizam pelo transporte e coleta dos resíduos, o que as tornam excelentes para o gerenciamento de gastos da instituição. A doação dos produtos têxteis é uma atitude de responsabilidade social do negócio.

Além disso, essa ação ambientalmente correta de descarte de resíduos pode ser um marketing eficiente e satisfatório para a empresa. Afinal, a organização demonstra para os clientes a sua preocupação com a preservação da natureza.

Venda para outros mercados

Mesmo que não seja o centro de sua produção, o tecido é usado em múltiplos processos de fabricação industrial.

É a situação dos mercados de produção de artigos esportivos (que fazem uso dos retalhos para preencher os sacos de luta), de centros automotivos de limpeza geral (que fazem uso dos restos têxteis para criar muitos itens usados na limpeza bruta).

Normalmente, as sobras têxteis passam por processos que podem ser usados na fabricação de estopas, colchões e itens de mobiliário.

Invista na reciclagem de resíduos

Existem várias instituições de reciclagem que criam resíduos têxteis em novos produtos e há diversos métodos e processos para essa ação. Geralmente, eles serão processados novamente e transformados em fios ou em tecidos.

Atualmente, encontramos no mercado brasileiro vários outros segmentos que usam os resíduos têxteis em seus processos. Então, veja os principais:

  • centros automotivos: usam para limpeza de peças ­— o que, além de diminuir na compra de panos, reduz a quantidade de resíduos no meio ambiente;
  • fabricação de itens esportivos: realizam enchimentos de sacos de pancadas com tecidos eliminados;
  • artesãos: fazem aplicações desses materiais em bijuterias, produtos de decoração, obras de arte, entre outros produtos.

Por meio de algumas empresas, a sua organização pode encontrar em contato com outras empresas que têm o interesse em adquirir os resíduos têxteis produzidos em seus processos.

Redimensione a produção

A maneira mais eficaz de diminuir a produção de produtos têxteis é investir na otimização e no planejamento da produção. Isso quer dizer treinar e contratar mão de obra qualificada, calcular o corte com mais exatidão, fazer uso de maquinário adequado, padronizar as matérias-primas e aproveitar ao máximo os moldes disponíveis.

Pratique a sustentabilidade

Nos dias de hoje, há múltiplas iniciativas que unem design, artesanato, moda, tecnologia e sustentabilidade em resultados criativos, que elevam o aproveitamento de resíduos têxteis e a utilização do uso consciente dos produtos.

Ou seja, a sustentabilidade em resultados criativos e que elevam o aproveitamento de materiais e a utilização consciente de recursos. Esse é um método eficiente de fabricação, que promove uma fundamental colaboração para um consumo racional e controlado. Sem falar da contribuição ambiental ao colocar no lugar certo o que sobra da produção.

Planeje o corte

A reciclagem de vários resíduos na indústria têxtil pode ser complicada, visto que é necessário separar as fibras por material para que se torne fio novamente. Por esse motivo, umas das maneiras de diminuir os impactos de restos industriais é reduzir desperdícios. Efetuando corretamente o corte das peças, essas sobras reduzem, já que, diversas vezes, os retalhos são itens de um ineficiente planejamento no corte dos tecidos e na programação dos equipamentos.

Sendo assim, é importante destacar que a gestão de produto têxtil é uma chance de as indústrias do ramo ganharem dinheiro com a compra e venda de materiais têxteis. Por meio de uma coleta seletiva, sua organização conseguirá realizar a separação dos materiais recicláveis de qualidade que podem ser vendidos.

Além do mais, pode encontrar deficiências do processo produtivo, diminuindo desperdícios e gastos, elevando a lucratividade dos negócios e contribuindo para o desenvolvimento sustentável do país.

Portanto, essa ação ajuda para uma imagem positiva diante de se seus consumidores, comunidade local e parceiros, além de proporcionar a realização dos requisitos solicitados em lei, diminuindo os gastos com possíveis punições e multas. A organização que não efetua a gestão de seu resíduo têxtil perde muitas oportunidades, principalmente de fazer negócio com novas empresas. Além disso, é crime ambiental ocasionar poluição ou danos à saúde humana, à fauna e à flora.

Gostou do nosso post? Então, aproveite para seguir nossas redes sociais, estamos no InstagramFacebookTwitter e LinkedIn!