FCEM Febratex GroupNOTÍCIASSustentabilidade Economia circular: entenda sua importância na indústria têxtil6 min read

Economia circular: entenda sua importância na indústria têxtil6 min read

A economia circular é um modelo de processo produtivo que prevê a utilização racional dos recursos naturais e das matérias-primas. Essa é uma ciência que prevê o reaproveitamento de materiais e o uso equilibrado dos produtos, para que ocorra um ciclo de reutilização por meio de três pilares: reduzir, reutilizar e reciclar. 

Esse conceito, que é a contraposição da economia linear, foi falado pela primeira vez em 2017, no evento Copenhagen Fashion Summit. Porém, já havia sinais dessa abordagem na década de 70, na Europa. Em razão da degradação e do modelo de produção em massa que se arrasta desde a revolução industrial, é necessário repensar a maneira como as indústrias trabalham. 

Neste post, você entenderá a importância da economia circular, verá que as empresas já adotam esse modelo e descobrirá como colocar esse conceito em prática para a sobrevivência da sua indústria no mercado, a preservação do ambiente e a economia de recursos. Entenda. 

Importância da economia circular para a indústria e o mundo 

O setor têxtil tem uma relevância muito grande para a economia brasileira e mundial, sendo o segundo maior gerador de empregos e tendo um faturamento de bilhões todos os anos. No entanto, o contraste desses resultados positivos e importantes são a poluição e a degradação. 

Além da utilização de água e energia elétrica, há também o uso de matérias-primas que exploram o petróleo, derrubam árvores e geram uma decomposição que pode levar até 200 anos, como é o caso das fibras sintéticas e da viscose. O descarte inadequado também é um problema, pois engloba os resíduos químicos provenientes, principalmente, do tingimento, das peças com defeitos e dos produtos que não são mais utilizados pela população. 

Afinal, o mercado consumidor ainda tem uma massiva porcentagem de empresas que optam pelo modelo fast fashion. Essa é uma abordagem em que as tendências acontecem de maneira espantosamente rápida e as roupas são produzidas de forma acelerada. Com isso, o consumismo abre portas para o descarte e a inutilização incorreta dessas peças. 

Nesse cenário desfavorável para o ambiente, a economia circular é uma saída. Assim, com a mudança de pensamento, as indústrias podem se manter produtivas, ao mesmo tempo em que reduzem os impactos ao meio ambiente e atendem às demandas e comportamentos dos consumidores

Aliás, muitos clientes já estão se conscientizando sobre como as empresas se comportam em relação à proteção dos recursos naturais, optando por produtos sustentáveis e cruelty free.

A importância dessa abordagem é ainda mais intensa quando se considera a previsão do relatório Pulse of the Fashion Industry, que mostra a perda de faturamento a partir do ano de 2030 para as indústrias que insistem no modelo de economia linear, principalmente pela falta de recursos. 

Redução dos impactos ao meio ambiente com a economia circular 

Por que a economia circular é vista como uma das soluções para o desperdício de recursos e degradação do ambiente? Bem, esse modelo produtivo prevê a valorização das matérias-primas por mais tempo, ou seja, os produtos podem ser utilizados em diversos ciclos de produção e consumo. Essa circulação de recursos é benéfica para o ambiente por diversas razões. Confira as principais. 

Preservação dos recursos naturais e finitos

Uma das práticas da economia circular é a reciclagem e a reutilização de produtos, sempre que possível. Essa é uma ação que diminui a geração de lixo e a exploração dos nossos recursos naturais, inclusive aqueles não renováveis. 

Redução de custos 

As empresas que optam por esse conceito conseguem economizar recursos materiais e financeiros, principalmente porque a economia circular preza pela reutilização, reciclagem e redução de gastos. 

Empresas que já adotam a economia circular 

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) estima que cerca de 76,4% das indústrias já praticam algumas ações da economia circular. Com isso, foi levantado que esse setor consegue aumentar a vida útil dos produtos em 22,9%, além de reduzir em 56,5% os desperdícios de materiais. 

Formas de implantar a economia circular

O primeiro passo para implantar a economia circular é fazer com que os colaboradores adotem essa cultura dentro da empresa. Depois disso, as compras da organização e os processos produtivos precisam ser diferentes. Veja quais são as principais ações em prol desse conceito.

Repense a escolha da matéria-prima 

O ideal é que a empresa passe a utilizar recursos e matérias-primas renováveis, a fim de reduzir a exploração daqueles itens que são finitos. Uma dica é não pensar na produção em suas etapas isoladas, nem tentar reutilizar matérias de somente um ciclo produtivo para economizar. É preciso fazer tudo de modo sistêmico e amplo. 

Por exemplo, um material utilizado nas primeiras etapas da produção pode ser reutilizado no final do produto. Com o tempo e a adoção da economia circular, você e sua equipe conseguem identificar as matérias e os recursos que podem ser substituídos, bem como os setores que podem passar por esse conceito. 

Adéque os processos de produção 

Os ciclos de tingimento, lavagem, beneficiamento, corte e embalagem também devem estar de acordo com a economia circular. Pode-se implantar a reutilização da água, de plástico e de retalhos que ainda tenham utilidade.

Também é importante ressaltar a importância da modernização dos processos produtivos. Os maquinários modernos, os softwares e as ferramentas tecnológicas permitem aumentar a produtividade e reduzir diversos custos, principalmente com desperdícios, manutenções e pausa da produção, ao contrário dos equipamentos antigos. Essa é uma questão que entra no conceito de indústria 4.0

Reduza o uso de produtos químicos 

Os produtos químicos são uma ameaça para as nossas águas. Uma das soluções é optar, sempre que possível, por matérias-primas biodegradáveis ou produtos que sejam provenientes da reciclagem. Quando isso não for uma realidade, o indicado é adotar medidas severas para o correto descarte. 

A economia circular vem para minimizar os impactos gerados pelo consumismo. Afinal, essas práticas resultam em impactos no ambiente e, consequentemente, nas nossas vidas. Assim, esse é um conceito que já vem sendo adotado por grandes corporações que também incentivam os seus consumidores a priorizarem esse “pensamento verde”. 

Viu como é importante conter custos e itens na produção? Aproveite para conferir nossas dicas para combater o resíduo têxtil e reduzi-lo na sua empresa