Impressora têxtil: conheça as tendências na tecnologia a laser6 min read

A impressora têxtil consiste em realizar um processo de inserção da cor ao tecido em padrões ou desenhos estabelecidos. Em tecidos corretamente impressos, a cor é colocada com a fibra, de forma a resistir ao atrito e à lavagem.

Nesse sentido, a impressão têxtil está associada ao tingimento, porém, no tingimento propriamente dito, todo o pano é uniformemente coberto com uma cor, enquanto na impressão uma ou mais cores são aplicadas a ele apenas em certos lugares e em padrões definidos.

É importante destacar que a tecnologia utilizada pelo setor têxtil é um instrumento decisivo para o progresso de coleções de sucesso no mercado, que atendam aos desejos e às necessidades do cliente contemporâneo. Pois, eles exigem cada vez mais roupas modernas, confortáveis e bonitas.

Desse modo, a impressão têxtil pode ajudar muito os empreendedores do setor têxtil. Sabendo da importância desse tema, preparamos este post com as principais tendências na tecnologia a laser de impressoras têxteis. Confira!

Como funciona o processo de impressão digital têxtil?

A impressão digital em tecido pode ser chamada de impressão direta ao vestuário, impressão DTG ou impressão digital de vestuário. Corresponde a um processo de impressão em roupas e tecidos utilizando a tecnologia de jato de tinta modificada ou especializada.

A impressão a jato de tinta no tecido também é possível de ser efetuada com uma impressora a jato de tinta, utilizando folhas de tecido com um suporte removível.

Atualmente, os principais fabricantes desse tipo de tecnologia podem ofertar produtos especializados e projetados para impressão direta em têxteis, não somente para amostragem, mas para grande produção.

É necessário frisar que, desde o começo do século XX, a tecnologia de jato de tinta e a sublimação de tinta possibilitaram realizar impressões diretamente em tecido de poliéster. A impressão em nylon e seda pode ser realizada usando uma tinta ácida. A tinta reativa é aplicada em fibras à base de celulose, por exemplo, algodão e linho.

A tecnologia de jato de tinta na impressão digital têxtil permite peças exclusivas, produção em médio prazo e, além disso, alternativas para longo prazo para a tela de tecido estampado.

Quais são as técnicas de impressão mais utilizadas?

Atualmente, os processos de impressão de tecido mais usados são a impressão a jato de tinta, a serigrafia e a sublimação de tinta.

A serigrafia é uma técnica de impressão de tecido analógico que já está presente há muito tempo no mercado. O processo espalha uma camada de tinta sobre uma tela para transferi-la para uma parte do tecido.

Esse método também pode ser chamado de estêncil, e um estêncil distinto precisa ser elaborado para cada design.

Anteriormente, uma grande quantidade de impressão necessitava ser realizada para que o processo fosse econômico. Contudo, a tecnologia deu lugar a processos de impressão de tela mais versáteis e econômicos.

A impressão de tela plana é uma técnica semicontínua, ou seja, uma versão automatizada do processo de serigrafia manual do século XVIII.

Por outro lado, a serigrafia rotativa faz uso de telas cilíndricas que giram em posição fixa com o rodo colocando dentro de estêncil cilíndrico.

Dessa forma, o tecido se move a uma velocidade contínua entre a tela e um rolo de impressão situado abaixo da tela.

É fundamental salientar que a impressão rotativa da tela é constante, diferentemente de quando a serigrafia foi desenvolvida pela primeira vez. Logo, isso permite velocidades de produção mais elevadas e com custos reduzidos.

A impressão direta ao tecido é um método em que a impressora desloca tinta diretamente para o tecido usando a tecnologia de jato de tinta. Os designs mais bem elaborados podem ser impressos usando essa técnica e a paleta de cores apresenta uma grande diversidade.

A sublimação de tinta é um dos procedimentos de impressão de tecido mais inovadora. Por meio desse processo, calor e pressão são inseridos para mudar corantes em um gás. Assim, o gás permeia a superfície e se interage com as fibras baseadas em polímeros, ocasionando em imagens de excelente qualidade.

A sublimação de tinta pode ser usada para imprimir tanto peças de vestuário quanto em canecas, sapatos, bolsas, produtos de metal, vidro e dentre outros. Mas, esses últimos precisam ser revestidos ou tratados com uma base de polímeros.

Quais os tipos de impressoras mais utilizados no setor têxtil?

O algodão, a seda, o nylon e o poliéster são criados de maneiras distintas. Desse modo, cada material requer certo tipo de química e, por isso, que a escolha da impressora utilizada para fazer as aplicações nesses tecidos precisa ser criteriosa. Confira os principais tipos de impressoras têxteis existentes no mercado!

Grande formato scanning (escaneamento)

Muito usual na estamparia digital têxtil, esse modelo de impressora apresenta um sistema de rolos que carregam, descarregam e movimentam o tecido para que ele receba as tintas liberadas pelas cabeças. Essas cabeças são localizadas no interior do sistema de impressão que se movimenta sobre o tecido, efetuando assim um movimento de escaneamento.

Única passada (single pass)

Consiste em uma impressora têxtil mais robusta, indicada para aplicações industriais de grande escala.

Rotativa

É um tipo de impressora que contém torres de impressão, cada qual dedicado à determinada cor. As torres são equipadas com cabeças de impressão fixa, ou seja, não se movimentam como no grande formato scanning.

Híbrida

Trata-se de um modelo novo no mercado. É chamada de híbrida porque mistura impressão digital e serigrafia rotativa.

Garment to garment (DTG)

É um tipo de impressora que apresenta uma estrutura dedicada a efetuar impressões diretamente em tecidos. Ela tem suportes (pranchas) nos quais as peças são aderidas para serem estampadas pelas partes iniciais.

Portanto, ao analisar suas opções de impressora têxtil, preste atenção na qualidade de manutenção e serviços oferecidos durante a compra. É preciso escolher a marca que oferece os melhores planos e serviços na área. E, além disso, é importante optar por aquelas empresas que têm especialistas disponíveis em todo o país que poderão chegar até você caso sua impressora quebre.

Gostou do assunto? Quer continuar aprendendo mais? Participe dos eventos do Febratex Group e fique por dentro de todas as tecnologias e inovações do setor.