FCEM Febratex GroupNOTÍCIASInovação 8 dicas para se consolidar no mercado de startups de moda e têxtil6 min read

8 dicas para se consolidar no mercado de startups de moda e têxtil6 min read

Observamos nos últimos anos a criação de muitas startups nos mais diversos segmentos, algumas com crescimento bem significativo e que revolucionaram a prestação de serviço no setor em que atuam. O mercado de startups também é um terreno fértil para quem trabalha com moda, permitindo o lançamento de pequenas iniciativas capazes de se transformar em grandes empresas.

Ao mesmo tempo, também vemos o aumento da concorrência e a necessidade de entender o que o público-alvo quer, entregar um produto de alta qualidade e oferecer um atendimento que supere as expectativas.

Quer saber como consolidar a sua empresa? Trouxemos aqui 8 dicas que vão fazer a diferença. Confira!

Vale a pena entrar no mercado de startups de moda?

O mercado da moda é um dos mais promissores. Dados divulgados pela FIESP, durante o Comitê da Cadeia Produtiva da Indústria Têxtil, Confecção e Vestuário, mostraram que o setor gerou um consumo de mais de 220 bilhões de reais em 2018, ficando atrás apenas da indústria alimentícia.

Isso mostra que, mesmo durante períodos de crise, o varejo de moda tem seu lugar garantido. Ele não deixa de sofrer os impactos da diminuição de consumo, mas consegue manter a relevância e produz um faturamento significativo, movimentando a economia.

Para quem está pensando em começar uma empresa de moda, seja uma marca própria ou uma loja, vale a pena investir. Startups são uma excelente alternativa por serem iniciativas próprias, que vêm ao encontro das demandas do consumidor atual e podem abrir novos nichos de atuação.

Como se consolidar no mercado de startups de moda e têxtil?

Para que você consiga conquistar um bom espaço nesse mercado, vale a pena adotar algumas práticas capazes de impulsionar o crescimento do negócio. Destacamos aqui as principais dicas.

1. Conheça bem o público-alvo

Saber o que seus clientes gostam e querem é essencial para atender às demandas e trazer maior destaque à sua marca. Faça pesquisas de opinião, entenda o que essas pessoas estão procurando e busque soluções capazes de atender a esses desejos.

Apenas sabendo o que o público-alvo quer é possível oferecer um produto que venda bastante.

2. Fidelize seus clientes

Em um cenário de extrema competitividade, fidelizar os clientes é fundamental para garantir a receita necessária para a sobrevivência e desenvolvimento da startup.

Procure caprichar na qualidade do atendimento, lançar promoções, engajar o público, apresentar novidades e adotar estratégias que façam com que o consumidor se identifique e volte a comprar na sua loja.

Criar condições que despertem o encantamento do cliente é a melhor maneira de fidelizá-lo e provocar o marketing espontâneo.

3. Fique por dentro das novidades

Empresas de moda já têm um compromisso intrínseco de se manterem bem informadas sobre as novidades, e não só do setor. Afinal, algo inovador vindo de outras manifestações culturais pode ser absorvido e representado como um novo estilo ou tendência.

Startups são totalmente ligadas à tecnologia e precisam conhecer as novidades do mercado, para ficar por dentro de novos softwares e equipamentos. 

Quando falamos de uma startup de moda, fica clara a necessidade de sempre estar a par do que surge no mercado de tecnologia, assim como das principais tendências e métodos de produção.

4. Invista em visibilidade para sua marca

Aposte em uma divulgação bem feita e constante para a sua loja. Tire fotos cuidadosas e poste nas redes sociais usadas pelo seu público, ofereça outros serviços ligados à moda, faça boas promoções e estabeleça uma conexão com o seu comprador.

Após a primeira compra e vencida a desconfiança inicial, é bem provável que esse cliente volte a comprar. Surpreenda-o e veja ele divulgar a sua startup para os amigos, aumentando o seu volume de vendas.

5. Participe de feiras do segmento

As feiras do setor têxtil são excelentes oportunidades para ampliar o networking, ficar por dentro das novidades, divulgar a própria marca e obter informações sobre as tendências.

Para quem tem uma startup de moda, vale a pena investir para participar desses eventos, abrindo assim as oportunidades para o fechamento de novos negócios e parcerias.

Esses eventos também ajudam a entender como está o mercado e trocar contatos com fornecedores, abrindo o caminho para compras de matéria-prima com condições mais favoráveis.

6. Foque em qualidade

Ofereça peças de qualidade, com bom tecido e cuidado no acabamento. Boa parte das lojas presentes no mercado são de fast fashion, que costumam ter baixa durabilidade e problemas na modelagem.

Ao investir em peças bem feitas, com boa duração e caimento, a sua startup consegue ficar bem à frente da concorrência. Em pouco tempo, o marketing boca a boca começará a trazer mais clientes para o seu negócio.

7. Crie uma identidade única

Uma empresa de moda com uma identidade forte consegue criar uma sensação de reconhecimento em seu público-alvo, tornando-se até mesmo referência quando se trata de determinado estilo de roupa. As pessoas se enxergam usando as peças e as percebem como uma extensão de sua personalidade.

Essa identidade também ajuda a marca a se destacar diante da concorrência, com o uso de logotipo e de cores que sejam rapidamente associados com a marca e a proposta que ela traz.

8. Aproveite a tecnologia

As redes sociais são um campo fértil para as startups que querem começar a divulgar seus produtos e encontrar o público-alvo. Por meio de estratégias direcionadas, é possível encontrar as pessoas que consomem as peças que você produz, fazer ações de marketing e vender.

Para quem ainda valoriza o aspecto físico, a internet pode ser mais um canal de comunicação, servindo de ponte para a loja ou show room de atendimento presencial.

Além de seguir todas essas recomendações, não deixe de acompanhar o que os concorrentes estão fazendo. Esse monitoramento pode dar ideias de lançamentos, promoções e até mesmo as ações que não foram bem-sucedidas.

Com essas dicas, é possível conquistar um bom espaço no mercado de startups e incentivar o crescimento do negócio. Esse processo pode levar um certo tempo, mas com um trabalho constante é possível estimular o desenvolvimento e fixar a marca entre os consumidores, conseguindo um bom retorno.

E você, achou essas orientações úteis? Aproveite para compartilhar o post nas suas redes sociais!