Entenda a importância das tags e etiquetas inteligentes para suas vendas6 min read

Você já parou para pensar no efeito que as tags e etiquetas têm sobre um produto? Apenas esses simples apetrechos têm a capacidade de fazer a diferença em questões de marketing, segurança e rastreabilidade.

Os elementos visuais presentes nesses itens são de grande utilidade na comunicação entre a empresa e o consumidor. Além disso, contribuem para a identificação e a visibilidade da marca no mercado.

Por essa razão, neste post, vamos mostrar que as tags e etiquetas vão muito além de detalhes com as informações sobre o produto. Tem interesse em saber mais sobre esse assunto? Então, continue a leitura!

Qual a importância das tags e etiquetas inteligentes?

Você se lembra de alguma vez ter consumido um produto, gostado dos seus benefícios, mas, no final, não se recordar da marca? Isso acontece com muita frequência quando as empresas não investem na qualidade da etiquetagem.

Trata-se de uma estratégia de marketing que aumenta o reconhecimento do nome e favorece o aumento da procura. Um produto com uma etiqueta bem elaborada, com elementos visuais que remetem à logo da empresa, é muito mais marcante e, portanto, mais favorável aos negócios.

Além disso, devido à sua importância, existe uma legislação sobre o assunto. A Regulamentação do Imposto sobre Produtos Industrializados (RIPI) — Decreto 7.212/10 (revogação do Decreto 4.544/02) — define a obrigatoriedade de que os produtos comercializados apresentem algumas informações, como o nome da firma, o CNPJ, a localização, o nome do produto, a composição, as instruções e restrições de uso, entre outros itens indispensáveis.

Sendo assim, para se adequar às normas estabelecidas e usar isso em benefício do próprio negócio, nada melhor que fazer um uso inteligente de tags e etiquetas nas suas produções.

O que elas agregam de inovação e benefícios para os negócios?

No geral, as etiquetas e tags são usadas para apresentar as informações das peças comercializadas. No entanto, como visto, a sua finalidade pode ir bem mais além de apenas informar.

Quando usadas para impactar o cliente, agregam muito mais valor à marca e trazem benefícios ao negócio. Afinal, como no exemplo citado anteriormente, ao adquirir um produto, aprová-lo e ter conhecimento da marca, é muito provável que o consumo se repita. Dessa forma, o cliente se torna fiel à empresa por conta da sua qualidade na fabricação e etiquetagem.

Além disso, um produto que recebe etiquetas com um bom design — especialmente se contar com um bom formato, cores agradáveis ou padronagem inovadora — ganha notoriedade até mesmo na prateleira do seu ponto de venda. Essa atração é outro ponto bastante benéfico ao negócio, visto que gera destaque dos concorrentes com mais facilidade.

As tags também são úteis para garantir a segurança do produto, principalmente se estão integradas ao sistema RFID. Isso aumenta a rastreabilidade e atribui mais segurança ao cliente e ao fabricante, de modo que melhora a imagem da marca no mercado, devido à sua confiabilidade.

O que são os modelos RFID?

Os modelos RFID de etiquetas recebem esse nome por serem um tipo de Identificação por Rádio Frequência (em inglês, Radio Frequency Identification). Eles emitem um sinal no espectro rádio e possibilitam um rastreamento e identificação de maneira prática e rápida.

Sua estrutura é composta por um microchip e uma antena. O primeiro serve para armazenar dados, e o segundo é responsável por captar as informações enviadas. Já as tags são o material que os protegem, chamadas também de transponder, que podem ser de plástico ou silicone.

Esse modelo oferece versatilidade e produtividade extras para o sistema de etiquetagem por inúmeros motivos. O primeiro é que ele pode ser confeccionado nos mais diversos tamanhos, o que aumenta as chances de personalização.

Além disso, reduz o tempo de identificação, característica capaz de gerar economia não apenas de horas, como de custo. Isso acontece porque o RFID pode ser lido em grandes distâncias, mesmo com a interferência de outros materiais, como madeira, plástico ou tecidos.

Sem mencionar que a contagem é praticamente instantânea quando comparada ao sistema de código de barras, no qual é preciso identificar um produto por vez. Sendo assim, o fluxo é otimizado, o que proporciona agilidade no controle de estoque.

Isso também é útil para atuar na prevenção de roubos. Afinal, esses sinais podem ser integrados ao sistema de segurança do estabelecimento, informando-o em caso de furtos. Além do mais, o RFID ajuda a detectar mercadorias falsas, garantindo mais segurança à marca e ao cliente.

Como as etiquetas e tags impactam as vendas dos produtos?

Depois de conhecer a sua importância, entender os seus principais benefícios e saber mais sobre os modelos RFID, fica muito mais fácil de perceber o impacto que esses itens têm sobre o negócio, certo?

Por isso, a seguir, confira também como as etiquetas e tags favorecem as vendas dos produtos!

Rastreabilidade

As etiquetas de tipo RFID são bastante rastreáveis e têm um ótimo impacto sobre as vendas. Isso porque se torna muito mais improvável que o produto se perca durante o trajeto da fábrica até o ponto de comercialização, sem que possa ser achado novamente.

Dessa maneira, permitem que as empresas possam saber exatamente a localização das peças até que elas cheguem ao seu consumidor final. Como resultado, o negócio tem menos prejuízo e transmite mais segurança ao cliente.

Ótimo custo-benefício

Ainda que essas tags representem um custo à organização, ele é facilmente reposto e capaz de gerar lucros, pois o público tende a confiar mais em sistemas visivelmente seguros.

Desse modo, embora as etiquetas possam estar sujeitas a danos, a sua correção pode ser feita de maneira prática, por conta da fácil identificação. Além disso, elas são bem adaptáveis a diversas superfícies.

Portanto, uma etiqueta de baixo custo, fácil impressão, grande possibilidade de personalização, boa resistência e ótima qualidade não é nada menos que um ótimo investimento para garantir uma melhor visibilidade da marca no mercado.

Comunicação com o consumidor

Como visto, a principal finalidade da etiqueta é informar os dados sobre o produto. Isso proporciona uma melhor comunicação com o consumidor, visto que ele pode ter acesso a alguns dados, como marca do fabricante, CNPJ, nome do produto, composição, entre outros. O cliente também pode aprender a usar a peça por meio das informações contidas na etiqueta.

Representatividade do branding da marca diretamente no produto

Por fim, as etiquetas têm uma grande influência no canal de comunicação do branding da empresa com o seu público. Assim, é possível notar o posicionamento, os valores e os objetivos da marca.

Essa identificação visual também é útil no marketing, pois pode ser utilizada como uma estratégia de fidelização que consta na atração, na apreciação, na recompra e na divulgação boca a boca.

Para aproveitar todos esses benefícios, é imprescindível que o setor têxtil invista em tags e etiquetas de qualidade, a fim de garantir um ótimo retorno para o seu negócio, seja a médio ou longo prazo.

Para ficar por dentro de mais novidades do segmento têxtil, assine a nossa newsletter e receba notificações de novos conteúdos diretamente no seu e-mail!